WILD WILD EAST

The Mirages of Freedom

A história do cinema de vanguarda ucraniano remonta à década de 1920 e aos filmes de Dzyga Vertov, Oleksandr Dovzhenko e Ivan Kavaleridze. No entanto, a partir da década de 1930, severas restrições à censura entraram em cena e quaisquer manifestações de poética e estética não convencional foram substituídas pelo cinema oficial, ideologicamente correto.

O renascimento do cinema experimental aconteceu apenas na segunda metade do século 20, primeiro nas obras da escola de Cinema Poético Ucraniano e de seu líder Sergei Parajanov na década de 1960, e depois de seu desaparecimento – em filmes estudantis, de ciência popular e amadores.

O programa revela parcialmente cada um destes vetores da busca pela liberdade no cinema. Os filmes de estudantes incluem peças criadas pelos futuros ícones do cinema ucraniano, Leonid Osyka e Roman Balayan.

O foco principal do experimento do filme de ciência popular foi a equipe criativa do estúdio Kyivnaukfilm, reunida por Felix Sobolev. O programa apresenta obras animadas deste estúdio cinematográfico da década de 1980, marcadas pelo absurdo e pela ironia.

A estabilização da vida soviética na era de “estagnação” e o surgimento de câmeras de cinema amadoras, leves e baratas levaram ao boom do cinema amador. Variando de crônicas documentais da vida familiar a comédias de paródia, esses “filmes efêmeros” expressavam tanto a vida nas décadas de 1970 e 1980 quanto a tragédia da arte informal soviética tardia.

CINEMA EXPERIMENTAL UCRANIANO: 1960s–1980s

Um projeto colaborativo com o Dovzhenko Center

VER ONLINE